Estudo da UFPA atesta a contaminação

Por: Carlos Mendes Especial para O LIBERAL
Agentes radioativos da bauxita despertam o interesse de dois pesquisadores

O pesquisador Marcelo Lima, do Instituto Evandro Chagas, disse que o estudo do Centro de Geociências da Universidade Federal do Pará (UFPA) que constatou a existência de elementos radioativos como urânio e tório na bauxita de Paragominas que é processada em Barcarena pela mineradora norueguesa Hydro Alunorte, “é muito importante, porque corrobora tudo aquilo que já estudei sobre outros agentes químicos e divulguei nos laudos sobre a contaminação de rios, igarapés e nas comunidades do município”.

Categoria:Exemplo de categoria 2

Deixe seu Comentário